Domingo, Julho 24, 2016
   
Text Size


Entrevista de emprego

Avatar

― Querido, dê uma chance para ele. Dizia a fazendeira. ― Olhe só a carinha de arrependimento. Coitadinho, ele quer apenas uma segunda chance. Dizia a mulher. O esposo, porém estava receoso, e o histórico do candidato ao emprego não era dos melhores. ― Todo mundo erra, meu querido. Dizia ela compadecida pelas feições amorosas e pedantes do lobo, que sentado ao sofá mais parecia um dócil gatinho de estimação. ― Se o senhor me contratar, não irá se arrepender. Disse o lobo com eloqüência. O fazendeiro, mesmo relutante, não resistiu a tanta persuasão. ― Está bem meu rapaz. O emprego é seu, mas olhe lá em, estou lhe depositando minha confiança. Disse o homem, em seguida passando as tarefas. ― Começa esta noite, lhe darei uniforme e lanterna para você realizar a vigia. O lobo então quando chegou a noite foi ao seu posto de trabalho, e o fazendeiro retirou-se para o descanso. Quando o dia amanheceu, e ele foi ver como fora a primeira noite de trabalho do lobo. Porém não o encontrou. Nem ao lobo, nem seus cordeiros, que tinham desaparecidos sem deixar vestígios.



Adicione este artigo à sua Rede Social favorita
Digg! Reddit! Del.icio.us! Google! Live! Facebook! StumbleUpon! Yahoo! Joomla Portal
Comentários (0)
Escrever um comentário
Your Contact Details:
Gravatar enabled
Comentário:
[b] [i] [u] [url] [quote] [code] [img]   
Security
Por favor coloque o código anti-spam que você lê na imagem.

Viagens Etéreas e Psicodélicas Impressas no Éter Universal

Divulgue o Simplicíssimo

 
 

(by Carla)

Login



Restore Default Settings