avatar
Douglas, suas fábulas sempre nos levam à reflexão... Que bom !